(19) 2533 3875

Onde estão e quantos são os gatos, os mutuns-de-bico-vermelho e os macacos ameaçados da Barra do Tijuípe?

WhatsApp-Image-20160519


Desde o ano de 2013 vem sendo realizado na região da Barra do Tijuípe, divisa litorânea dos municípios de Uruçuca e Itacaré sul da Bahia, um Programa de Conservação da Biodiversidade que contemplou até o momento atividades relacionadas a ecologia da paisagem, caracterização secundária da riqueza e do status de conservação dos tubarões e raias e inventário de 13 grupos de fauna de vertebrados e invertebrados terrestres e aquáticos continentais.

Três resultados de destaque advindos do inventário já direcionam ações de monitoramento intenso para fundamentar ações de manejo, são eles:

1) A ausência de registros de felinos silvestres.

2) Os registros em duas oportunidades do mutum-de-bico-vermelho (Crax blumenbachii) categorizado como “em perigo” (EN) nas listas de fauna ameaçada de extinção nacional e internacional. 

3) O registro de macaco-prego-peito-amarelo (Sapajus xanthosternus) e a ausência de outras três espécies de primatas ameaçadas de extinção com ocorrência possível na localidade (mico-leão-da-cara-dourada, guigó e bugio-marrom).

Com base nestas três informações de destaque será desenvolvido um projeto de monitoramento populacional em escala fina (faixa de 50 km2 do litoral ao Parque Estadual da Serra do Conduru), combinando ações participativas de amostragem em transecções e armadilhas fotográficas para responder as seguintes questões chave: – Onde estão os gatos silvestres da região?  - Quantos indivíduos ou grupos de mutuns-do-bico-vermelho e primatas ameaçados existem dentro da grade de avaliação?

Resultados deste projeto serão disponibilizados em nossa página do Facebook. Acompanhe!

Créditos: Alberto Apollaro Teleuko - foto do mutum-do-bico-vermelho

Miguel Rangel Junior – foto do macaco-prego-do-peito-amarelo



© 2013 - Seleção Natural - Todos os direitos reservados